| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

JORNAL AMATA
Desde: 13/06/2001      Publicadas: 1055      Atualização: 25/11/2018

Capa |  Altamira  |  AMATA ASSOCIE-SE  |  Castelo de Sonhos  |  Desmatamento na Amazônia  |  ECOLOGIA  |  Educação Ambiental  |  ESPORTES  |  Hidrelétrica de Belo Monte  |  HIDRELÉTRICA DO TAPAJÓS  |  Opinião  |  Política  |  Poluição  |  SAUDE  |  Transamazônica  |  Turismo no Xingu


 Educação Ambiental

  11/04/2018
  0 comentário(s)


Ecocelpa incentiva para a cultura da reciclagem

 Inaugurado mês passado, os clientes tem respondido a proposta da concessionária que é oferecer mais qualidade de vida ao meio ambiente e a quem vive nele. Desde o dia 2 de março, quando foi implantado no município de Altamira, o Ecocelpa já possui mais de 100 clientes cadastrados.

Ecocelpa incentiva para a cultura da reciclagem

O pecuarista Antônio Erasmo integra a lista. Ele faz questão de manter o meio ambiente preservado e a exemplo dos demais clientes já recebeu o cartão Ecocelpa, que deve ser apresentado toda vez que for feita entrega de materiais recicláveis.

Para o executivo da Celpa, Hudson Morais, o retorno dos clientes nesse projeto é um dos passos para garantir um futuro melhor. “Esse tipo de incentivo faz com que a gente aprenda sempre mais sobre a importância de preservar, como também faça a valer o nosso jeito de contribuir para a preservação do meio que a gente vive. E isso se chama qualidade de vida, que é o que nós da Celpa estamos sempre prontos para oferecer aos nossos clientes e a toda população”, garante.

O executivo reforça a proposta da concessionária em divulgar o projeto, com o intuito de motivar as pessoas a incorporar a reciclagem no dia a dia, tornando-as totalmente comprometidas com a sustentabilidade.

Em Altamira, o plástico lidera no índice de arrecadação e evita, além do esgotamento de aterros e lixões, problemas na rede elétrica. Vale ressaltar que em cidades do Xingu, são comuns ver sacos presos em fios de alta tensão, por conta das brincadeiras de pipas, principalmente nos períodos de férias escolares. Sem contar que o plástico leva mais de 400 anos para se decompor.

No posto, que funciona no estacionamento do Camelódromo, os clientes também estão entregando papel, metal, caixinhas de leite, de suco, de extrato de tomate e até óleo de cozinha. A cidade agora respira de forma consciente e com mais sustentabilidade. O projeto que já é realizado em várias regiões do Estado, beneficia o meio ambiente uma vez que impede que o material reaproveitável encha aterros sanitários, aumentando os problemas causados pelo acúmulo de lixo.

Além de atrair a população para a cultura da reciclagem, o Ecocelpa ajuda a reduzir o valor da conta de energia, já que o cliente recebe o bônus referente ao valor do material reciclável de acordo com a quantidade e tipo de material entregue no posto de coleta. Quem também é contemplado com o valor reduzido das contas, a partir do Ecocelpa são as instituições filantrópicas.

É que os clientes podem escolher para quem fazer a partir do Ecocelpa são as instituições filantrópicas. É que os clientes podem escolher para quem fazer a doação do bônus.




  Mais notícias da seção Reportagem no caderno Educação Ambiental
14/07/2017 - Reportagem - Centro de Estudos Ambientais da Norte Energia acolhe filhotes de cachorro-vinagre
Um casal de filhotes de cachorro-vinagre está recebendo cuidados da equipe de veterinários e técnicos do Centro de Estudos Ambientais (CEA) da Norte Energia desde o dia 22 de junho, quando foram encaminhados à empresa pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Iba...
17/07/2013 - Reportagem - BRASIL NOVO PROMOVE CONFERENCIA DE MEIO AMBIENTE
A secretaria Municipal de Meio Ambiente de Brasil Novo, promove nesta quinta 18 de julho a 1ª CONVEFERENCIA INTERMUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE...
24/09/2012 - Reportagem - Menos de 1% das espécies vegetais da Amazônia são estudadas
O pesquisador da Embrapa Amazônia Oriental Osmar Lameira, que preside a comissão organizadora do II Congresso Brasileiro de Recursos Genéticos (II CBRG), estima que haja cerca de 50 mil espécies vegetais somente na Amazônia. "Menos de 1% desse montante é estudado cientificamente. O avanço do conhecimento, a conservação e utilização dos recursos gen...
07/04/2012 - Reportagem - Rios brasileiros não têm boa qualidade de água, diz pesquisa da SOS Mata Atlântica
Rio Camboriú no Balneário Camboriú em Santa Catarina é um dos mais limpos rios do país, mas ainda está na classificação "regular"Rios de 11 Estados brasileiros foram analisados pela equipe da Fundação SOS Mata Atlântica e nenhum obteve resultado satisfatório na qualidade da água. Forma realizadas 49 avaliações no Ceará, Piauí, Bahia, São Paulo, Min...



Capa |  Altamira  |  AMATA ASSOCIE-SE  |  Castelo de Sonhos  |  Desmatamento na Amazônia  |  ECOLOGIA  |  Educação Ambiental  |  ESPORTES  |  Hidrelétrica de Belo Monte  |  HIDRELÉTRICA DO TAPAJÓS  |  Opinião  |  Política  |  Poluição  |  SAUDE  |  Transamazônica  |  Turismo no Xingu
Busca em

  
1055 Notícias